Aplicativos para Android podem estar rastreando crianças ilegalmente

Pesquisa mostra que maioria dos aplicativos mais populares descumprem a lei americana que limita a quantidade de dados que podem ser coletados de menores de 13 anos

Que vários aplicativos para celular monitoram o uso que fazemos deles e têm acesso a dados como localização, câmera e microfone não é novidade. No entanto, esse tipo de rastreamento pode ficar bem mais sério quando acontece em aplicativos feitos com o público infantil em mente, especialmente nos EUA, onde o Ato de Proteção à Privacidade das Crianças On-line (COPPA) impõe limites para a coleta de dados de pessoas menores de 13 anos.

Uma pesquisa recente mostrou que isso ainda é um problema na loja de aplicativos do Google. O grupo de pesquisadores fez uma análise automatizada dos 5.855 aplicativos gratuitos para crianças mais populares da Google Play e descobriu que a maioria deles pode estar descumprindo a lei americana. Dos programas testados, 281 coletavam informações de localização e contatos sem pedir a permissão dos responsáveis, enquanto 92% dos 1.280 aplicativos que aceitam log in com o Facebook não impediam a conexão por menores de 13 anos.

Leia mais...